Pesquisar
Close this search box.

17 ideias de negócios com pouco dinheiro + dicas para começar em 2024

Se você deseja abrir um negócio lucrativo investindo pouco dinheiro, considere: abrir uma loja virtual, vender doces ou salgados, montar um brechó online, investir na produção e venda de artesanatos, fazer reparos domésticos, dar aulas particulares, oferecer serviços de marketing digital para empresas, revender cosméticos ou trabalhar com fotografia.
ideias de negócios lucrativos para vender com pouco dinheiro

Principais tópicos

E se você, pensa em abrir um negócio mas não possui muita grana para investir, encontramos diversas ideias de negócios para você começar com pouco dinheiro.

Continue a leitura e embarque nessa jornada de descobertas e inspirações!

É possível começar um negócio lucrativo investindo pouco dinheiro?

Surpreendentemente, a resposta é sim!

Muitas vezes, a ideia de abrir uma empresa traz a imagem de um grande investimento inicial.

Com isso, surgem dúvidas e hesitações.

No entanto, o cenário empreendedor revela uma história diferente.

Dessa forma, nos encontramos em uma era em que criatividade e inovação têm tanto valor quanto o capital.

Já ouviu falar das startups? Com frequência, elas iniciam com recursos mínimos.

E não só isso, mas muitas crescem de forma impressionante, baseadas apenas em ideias revolucionárias e muito trabalho.

Além disso, com o advento da internet, a barreira de entrada para muitos setores tem se tornado significativamente mais acessível.

Portanto, o segredo não está no montante investido, mas na capacidade de identificar lacunas no mercado e responder de forma inovadora.

Por exemplo, um aplicativo móvel bem concebido ou um serviço de consultoria online pode exigir pouco mais do que seu tempo e expertise.

Certamente, ao investir em ideias de negócios com pouco dinheiro, os obstáculos aparecerão no caminho.

No entanto, com resiliência, uma estratégia sólida e um olhar cuidadoso sobre os detalhes, a vitória está ao seu alcance.

17 ideias de negócios para começar com pouco dinheiro

O cerne do empreendedorismo não reside no montante que você tem, mas na criatividade e determinação com que você começa.

Veja algumas ideias de negócios para começar com pouco dinheiro!

1. Começar uma Loja virtual 

Você já pensou em abrir uma loja?

No mundo digital, isso é mais acessível do que parece.

Contrariando o que muitos pensam, abrir uma loja virtual não vai custar uma fortuna.

Ao optar por uma plataforma robusta, você dispõe de um arsenal de recursos que podem facilitar a sua jornada.

Além disso, com um investimento inicial modesto, as recompensas podem ser significativas, você só precisa escolher cuidadosamente o seu nicho.

Quando o assunto é plataforma de e-commerce, a Tray se destaca no mercado.

Oferecendo TUDO o que você precisa para começar a vender pela internet.

A platafroma possui recursos como: vitrine, integração com mais de 30 marketplaces do mercado, redes sociais, soluções de pagamento, frete e muito mais.

QUERO MONTAR MINHA LOJA ONLINE

2. Investir na venda de doces e salgados

Amante da cozinha? Se sim, saiba que existe um mundo de possibilidades esperando por você no segmento alimentar!

Ao contrário do que muitos podem pensar, transformar paixão culinária em negócio não exige uma grande reserva financeira.

Na verdade, com ingredientes adequados e uma pitada de criatividade, você está no caminho certo.

Além disso, muitos já têm talento natural para doces e salgados.

A diversidade aqui também impressiona. Brigadeiros, trufas, coxinhas, empadas…

A lista segue e a demanda é constante.

Portanto, você não está limitado a uma única opção.

Com pouco investimento inicial em ingredientes e embalagens atraentes, o retorno pode ser surpreendente.

Além disso, a personalização é uma carta na manga.

Já imaginou um doce com um toque regional? Ou salgados com recheios inovadores? Aqui, a inovação é bem-vinda e pode ser o diferencial que destaca seu produto no mercado.

3. Montar um brechó físico ou online

Vender algo usado é mais do que apenas uma das ideias de negócios com pouco dinheiro.

É uma filosofia.

Com o crescente movimento em direção ao consumo consciente, a procura por brechós, seja físico ou online, está em ascensão.

Portanto, para aqueles que vislumbram o mercado com olhos atentos, aqui está uma oportunidade de ouro.

Uma camisa vintage, um livro que passou por várias mãos, ou aquele artigo de decoração que remonta décadas.

Além disso, em um mundo que anseia por autenticidade, itens assim têm um apelo único.

O fascínio não reside apenas no produto em si, mas nas histórias que eles contam.

O benefício duplo é claro. Por um lado, os vendedores têm uma forma de monetizar o que já não precisam.

Por outro, os compradores conseguem acessar peças únicas, muitas vezes a preços mais acessíveis.

E, no processo, ambos os lados estão contribuindo para uma economia mais sustentável, reduzindo o excesso de produção e o consumo desenfreado.

Dessa forma, iniciar um brechó, seja ele um espaço acolhedor em um bairro tranquilo ou uma plataforma digital dinâmica, pode ser mais simples do que se imagina.

Com o devido planejamento, um toque de criatividade e, claro, itens interessantes, a chance de sucesso é real e palpável.

Como montar um brechó online: tudo que você precisa saber para começar!

4. Vender artesanatos

Você já parou para admirar a habilidade e dedicação por trás de uma peça artesanal?

Seja ela um suéter de tricô, um chaveiro de resina cintilante ou até mesmo uma bijuteria meticulosamente confeccionada com miçangas.

Esse mundo, tão rico e diversificado, tem muito a oferecer. E o melhor?

É uma das boas ideias de negócios com pouco dinheiro que está ao alcance de muitos.

Artesanato é mais do que um hobby, é uma forma de expressão.

Além disso, com a crescente valorização do “DIY” em nossa sociedade, nunca houve momento melhor para mergulhar nesse universo.

Velas aromáticas que acendem sensações, quadros que contam histórias e desenhos artísticos que capturam imaginações são só algumas das infinitas possibilidades.

O segredo aqui é a autenticidade.

Cada peça, por ser única, carrega consigo um pedaço da alma do artesão.

E no mundo da produção em massa, encontrar algo assim é refrescante.

Portanto, para quem tem habilidade e paixão, o mercado está sedento por novidades.

5. Investir no setor de reparos domésticos

Há algo indescritivelmente satisfatório em consertar o que está quebrado.

A sensação de restauração, de devolver a funcionalidade, é inigualável. No universo dos reparos domésticos, essa satisfação é multiplicada muitas vezes.

Seja pintando uma parede desbotada, ajustando uma instalação elétrica ou corrigindo um defeito na alvenaria, a demanda por tais habilidades é incessante.

Em um mundo onde o “faça você mesmo” tem o seu lugar, ainda há uma necessidade imensa por profissionais qualificados.

Além disso, à medida que as residências envelhecem, os pequenos concertos tornam-se cruciais.

E aqui, o detalhe faz toda a diferença.

Um pintor que seleciona a tonalidade perfeita, um eletricista que garante a segurança de uma casa, ou um especialista em alvenaria que solidifica a estrutura.

O setor não é apenas sobre correção, mas também sobre transformação. Uma repintura pode revitalizar uma sala. Uma correção elétrica pode tornar um lar mais eficiente. 

Além disso, investir nesse campo não exige um investimento colossal. Muitas vezes, com ferramentas básicas e treinamento adequado, o caminho está aberto.

Dessa forma, a recompensa vem não só financeiramente, mas também no reconhecimento e na gratidão dos clientes.

6. Dar aulas particulares

Todos temos uma joia dentro de nós. Uma habilidade, um talento.

E se você sabe fazer algo bem, com certeza existe alguém desejando aprender.

O universo das aulas particulares é vasto e pulsante.

Seja dominando os mistérios da programação, desvendando os enigmas da matemática ou navegando pela fluidez do inglês.

Cada talento tem seu lugar.

E o violão? Uma melodia, uma pausa. Uma lição para a alma tanto quanto para os dedos.

Ensinar não é apenas transmitir conhecimento. É transformar vidas. Dessa forma, com um dom em mãos e a vontade de compartilhar, você tem tudo o que precisa.

Além disso, o investimento inicial é mínimo.

Um espaço tranquilo, talvez alguns recursos online, e você está pronto para começar. Portanto, se você está em busca de ideias de negócios com pouco dinheiro, essa é uma excelente opção.

7. Oferecer serviços de marketing digital para empresas

Em um mundo que se digitaliza rapidamente, a visibilidade online tornou-se a espinha dorsal de muitos negócios.

As empresas clamam por uma presença digital forte. E é aqui que entra a importância do marketing digital.

Uma ferramenta, uma estratégia, uma visão. E você pode fazer parte dessa jornada.

As empresas, grandes ou pequenas, necessitam desse impulso virtual.

No entanto, muitas vezes, elas se encontram perdidas diante de tanta concorrência.

Dessa forma, oferecer serviços de marketing digital é mais do que uma oportunidade de negócio, é um chamado para guiar, transformar e inovar.

Mídias sociais, otimização de mecanismos de busca, campanhas de e-mail: o escopo é imenso.

Além disso, cada empresa é um mundo em si, com necessidades, metas e sonhos distintos.

Personalizar estratégias para elas não é apenas um trabalho, mas uma arte.

E a entrada nesse universo é surpreendentemente acessível.

Com um computador, conhecimento atualizado e uma pitada de criatividade, as portas se abrem.

E à medida que os resultados aparecem, a demanda cresce.

8. Fazer o desenvolvimento de sites

No cenário atual, ter um e-commerce é quase tão fundamental quanto ter um nome.

No entanto, ele não é apenas uma página web. É um reflexo, um caráter do negócio.

Portanto, desenvolvê-lo não é uma simples tarefa, é uma missão que pode transformar a presença digital de um empreendimento.

Dessa forma, se você tem habilidades com códigos de programação, manda bem nos designs e tem uma visão estética, está diante de um leque de oportunidades.

Além disso, com a variedade de plataformas e ferramentas disponíveis, entrar nesse campo é menos complicado do que parece e é uma das ideias de negócios com pouco dinheiro que vale a pena investir.

E a satisfação é imensurável ao ver um conceito transformar-se em um site funcional e clientes encantados com sua nova “casa” digital.

À medida que mais e mais negócios percebem a importância de uma presença online sólida, a demanda por especialistas em desenvolvimento de sites só cresce.

9. Investir no mercado de beleza

A beleza não é apenas um fator externo, ela é um reflexo de confiança, autoestima e identidade.

E na sociedade atual, o mercado que celebra essa faceta brilha mais do que nunca.

Com isso, ela transcendeu as barreiras de mero luxo para se tornar uma necessidade, uma expressão, uma arte.

Com um olhar atento, você vai perceber que não é preciso um grande salão reluzente para entrar nesse mundo.

Às vezes, um espaço simples, equipado com as ferramentas certas e um toque de paixão, é tudo o que é preciso.

Dessa forma, se o universo da beleza desperta o seu interesse, saiba que as portas estão abertas.

Cabeleireiro, manicure, depilação, design de sobrancelhas, alongamento de cílios…

As possibilidades são infinitas.

Além disso, a demanda é crescente.

Afinal, o desejo de se sentir bem, de destacar-se, de transformar-se nunca diminui.

E à medida que novas tendências surgem, as oportunidades florescem.

Portanto, para aqueles com habilidades, visão e vontade de fazer a diferença, essa área é um terreno fértil pronto para ser cultivado.

10. Vender infoprodutos

Em um mundo hiperconectado, o conhecimento flui.

Dessa forma, na confluência da tecnologia e da sabedoria, surgem os infoprodutos como mais uma das ideias de negócios com pouco dinheiro.

Eles são mais do que simples produtos, são veículos de transformação e instrumentos de empoderamento.

Antes, a informação estava confinada a salas de aula e bibliotecas.

Agora, ela é destilada, empacotada e entregue diretamente nas mãos das pessoas ávidas por conhecimento. E o melhor?

Criar e vender esses produtos não exige um grande investimento inicial.

Um computador, uma ideia inovadora e um pouco de esforço podem ser o seu trampolim.

E os nichos são variados e vastos.

Seja em forma de e-books, cursos online, webinars ou podcasts, há um público esperando.

Além disso, com as plataformas de distribuição ao alcance de um clique, lançar-se nesse universo nunca foi tão acessível.

11. Revender cosméticos de marcas famosas

Em um universo onde cada indivíduo busca realçar sua individualidade, os cosméticos desempenham um papel central.

E quando falamos dessa área, alguns nomes como O Boticário, Natura e Avon, ressoam como sinônimos de qualidade e confiança.

E a beleza dessa oportunidade é que não é preciso reinventar a roda.

Ao optar por revender cosméticos dessas gigantes da beleza, você se alinha a um legado.

Dessa forma, com uma reputação já estabelecida, a jornada de venda torna-se mais suave e intuitiva.

Afinal, quem não reconhece e confia nesses nomes?

Os produtos são diversificados e de alta demanda.

Seja uma fragrância encantadora, um creme hidratante revitalizante ou uma paleta de sombras que viralizou na internet.

Além disso, com treinamento e materiais fornecidos pelas próprias marcas, a entrada nesse campo se torna mais fácil.

12. Abrir uma franquia

Adentrar o mundo empresarial pode ser como desbravar uma floresta imprevisível. Contúdo, muitos empreendedores encontram mais facilidade em começar um negócio abrindo uma franquia.

Contudo, há uma trilha mais clara, já pavimentada, à sua espera em busca de ideias de negócios com pouco dinheiro: o mundo das franquias.

Nesse contexto, muitos empreendedores encontram o norte que buscavam. Por quê?

As franquias representam a fusão do novo com o comprovado.

Optar por essa rota é escolher aliar-se a um nome já consolidado, que ressoa e que tem reputação no mercado.

Dessa forma, em vez de construir a confiança dos clientes do zero, você inicia sua jornada com um voto de confiança pré-existente.

Além disso, com um nome familiar, o fluxo de clientes torna-se mais constante, o que contribui para o aumento das vendas.

Afinal, produtos ou serviços de uma franquia vêm com um selo implícito de qualidade, reduzindo a hesitação e ampliando a aceitação.

Mas, não se engane, a jornada ainda requer dedicação. Enquanto o modelo de negócio é fornecido, a paixão e o esforço são ingredientes que o empreendedor deve adicionar.

13. Trabalhar com fotografia

A fotografia não é apenas uma profissão.

É uma arte que, surpreendentemente, oferece um espectro de possibilidades tão vasto quanto o horizonte em uma paisagem aberta.

Aqueles que a dominam, o mundo aguarda para ser visto por meio de suas lentes.

Imagine um casamento. Aquela troca de olhares, o brilho de um anel, a alegria contagiante.

Ou um aniversário, as risadas, os balões coloridos. Talvez, uma formatura, com seus trajes finos e sonhos ainda mais grandiosos.

Em todos esses momentos, a fotografia é essencial.

Ela não apenas documenta, mas eterniza. E para quem tem a habilidade de capturar tais momentos, a demanda é vasta e constante.

Mas, vá além. A fotografia não se limita a eventos. Há nichos aguardando serem explorados.

Pense em um restaurante lançando um novo prato. Eles precisam daquela foto perfeita, que faz a água na boca fluir apenas olhando.

Ou empresas industriais, que precisam de imagens nítidas para catálogos e marketing.

Portanto, se a fotografia é sua paixão e habilidade, saiba que as oportunidades são tão diversas quanto as cores em um arco-íris, o que faz com que essa seja mais uma das ideias de negócios com pouco dinheiro.

Enquanto a demanda por esse serviço artístico cresce, cabe ao fotógrafo decidir que história deseja contar

14. Fazer o reparo de celulares e notebooks

Em um mundo dominado pela tecnologia, os eletrônicos tornaram-se extensões de nós mesmos.

Celulares e notebooks não são apenas dispositivos, mas companheiros diários.

E quando falham, lançam um certo pânico nos usuários. Mas há uma luz no fim do túnel para muitos: os reparos.

Com preços elevados assombrando as prateleiras, muitos estão optando por consertar ao invés de substituir.

E a razão é simples: economia e praticidade.

Em vez de desembolsar uma quantia substancial por um novo dispositivo, o reparo surge como um caminho mais viável e sustentável.

E aqui, entra mais uma das ideias de negócios com pouco dinheiro.

Para quem detém o conhecimento técnico, essa realidade é uma janela de oportunidades.

Pense nisso: a cada tela quebrada, bateria que falha, tecla desobediente, há uma demanda esperando por solução.

E não é uma demanda efêmera. Com a rápida evolução tecnológica e preços muitas vezes proibitivos, a opção pelo conserto só cresce.

15. Decorar festas 

Ideias de negócios com pouco dinheiro estão por toda parte, mas uma brilha mais que as outras: decorar festas.

Imagine por um momento um salão simples. Agora, adicione cores, luzes e texturas. Em um instante, o comum se transforma em extraordinário.

É a magia do decorador de festas.

Por trás de cada celebração inesquecível, há um toque pessoal, uma assinatura. Cada detalhe conta uma história. E o melhor? Começar não exige grandes investimentos.

Com criatividade, paixão e dedicação, é possível entrar nesse mundo fascinante.

Além disso, o mercado é vasto. Aniversários, casamentos, formaturas… Cada evento é uma tela em branco esperando por cores.

E o papel do decorador? Ser o pintor dessa memória, usando o espaço como sua paleta.

16. Fazer dropshipping 

Vender sem estocar é possível? Com o dropshipping, sim!

Nesse modelo, a tradicional loja virtual é reinventada. Sem o peso do estoque, ela voa alto.

Você seleciona os produtos, faz a exibição e aguarda a venda.

Quando acontece, a magia se inicia.

O fornecedor é notificado. Ele embala e envia o item diretamente ao cliente. Você? Bem, você lucra com a diferença entre o preço pago e o valor de atacado.

Dessa forma, o risco financeiro cai drasticamente.

Afinal, é preciso menos espaço e dinheiro investido.

Com isso, o dropshipping entra, confiantemente, na lista de ideias de negócios com pouco dinheiro.

Contudo, a vigilância é crucial.

Fazer parcerias sólidas é essencial, assim como escolher fornecedores de confiança, manter comunicação constante e oferecer atendimento excepcional. 

17. Oferecer consultorias e mentorias

Consultorias e mentorias são duas palavras com imenso poder.

Elas moldam negócios e transformam aspirações em realidades concretas.

E o melhor? Iniciar nesse segmento frequentemente requer mais conhecimento do que capital.

Dicas para começar um negócio do zero?

Se você quer colocar em prática uma dessas ideias de negócios com pouco dinheiro em prática, é importante saber por onde começar. A seguir, apresentamos algumas dicas. Acompanhe!

1. Faça um plano de negócios

Cada ideia floresce com uma estrutura sólida. E qualquer jornada sobre como abrir um negócio, deve começar aqui.

Afinal, o plano de negócios é o seu guia, descrevendo onde quer chegar e como. Às vezes, o caminho é sinuoso. Mas com clareza tudo se torna mais tangível.

2. Conheça o seu público

Entender quem está ao seu lado nessa aventura é crucial. Portanto, não deixe de conhecer o seu público e de saber quais são os seus desejos e necessidades.

Assim, é possível criar uma conexão autêntica e profunda.

3. Invista no marketing

Aqui, não se trata apenas de fazer postagens em redes sociais. Investir em marketing é sobre contar sua história e compartilhar sua visão. Com isso, seu negócio ganha visibilidade e confiança.

A jornada empreendedora, muitas vezes, começa com um simples passo e um olhar atento para as oportunidades.

E, como vimos, não é necessário um tesouro para começar.

Muitas ideias de negócios são bastante lucrativas e podem começar com pouco investimento.

Quando embasadas por paixão e estratégia, florescem além das expectativas.

A essência de empreender não reside apenas no capital, mas na visão, adaptabilidade e ousadia de transformar sonhos em realidade tangível.

Conteúdos que podem te interessar:

➡ 15 ideias de empreendedorismo feminino para você investir sem medo;
➡ Empreendedorismo jovem: como abrir um negócio antes dos 30?;
➡ Perfil empreendedor: confira se você tem as características necessárias para empreender.

Adquira sua Loja Online em Minutos!

Vamos ajudar você a abrir sua loja virtual na Tray agora mesmo.

Preencha as informações abaixo e te ligamos em até 1 minuto.

Em 1 minuto mesmo! Preencha aqui que nós ligamos para você

A Tray tem tudo que você precisa para escalar seu negócio!

Abra sua loja na Tray

Você já é um cliente Tray?

Não perca os nossos mais recentes lançamentos e mantenha-se atualizado!

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual

Mensal
Anual

Plano 1

52
Economize R$84
R$ 624 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2

94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Plano 3

236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros

Plano 4

449
Economize R$600
R$ 5.388 por ano
em até 6x sem juros

Perguntas frequentes

Qual melhor negócio para abrir com pouco dinheiro?

Se você deseja empreender e não tem muito dinheiro para investir, existem diversos negócios lucrativos que podem ser iniciados, mesmo com pouco dinheiro. Um ótimo exemplo é: abrir uma loja virtual, vender doces ou salgados, fazer um brechó online, investir na venda de artesanatos, fazer reparos domésticos, dar aulas particulares, oferecer serviços de marketing digital para empresas, revender cosméticos ou trabalhar com fotografia.

Se você deseja empreender e não tem muito dinheiro para investir, existem diversos negócios lucrativos que podem ser iniciados, mesmo com pouco dinheiro. Um ótimo exemplo é: abrir uma loja virtual, vender doces ou salgados, fazer um brechó online, investir na venda de artesanatos, fazer reparos domésticos, dar aulas particulares, oferecer serviços de marketing digital para empresas, revender cosméticos ou trabalhar com fotografia.

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!