Pesquisar
Close this search box.

Conheça as principais estratégias de neuromarketing para e-commerce!  

As principais estratégias de neuromarketing são: prova social, promoções limitadas, personalização de produtos e serviços, usar as cores a favor da sua marca e o oferecimento de brindes.
Estratégias de neuromarketing

Principais tópicos

As estratégias de marketing se apoiam em diversas áreas do conhecimento buscando atrair, conquistar e fidelizar clientes para determinado empreendimento, seja ele físico ou virtual.

Nesse sentido, o neuromarketing atua de maneira multidisciplinar, e leva em consideração, entre outros fatores, o funcionamento do nosso cérebro, do nosso comportamento e da maneira como reagimos a determinados estímulos.

Essa tática tende a ser bastante eficaz, pois é embasada em estudos científicos, o que garante às campanhas uma adesão maior por parte do público, podendo ser melhoradas continuamente.

Pensando nisso, criamos este artigo que abordará as principais estratégias de neuromarketing para e-commerce e como elas podem fazer toda diferença para o sucesso do seu negócio. Confira a seguir!

O que é e como funciona o neuromarketing?

O neuromarketing é um conceito desenvolvido a partir da fusão de conhecimentos da área do marketing, da neurociência e da psicologia, voltado para a compreensão do comportamento do consumidor.

Dessa forma, o neuromarketing busca verificar o modo como o nosso cérebro reage aos estímulos das campanhas de venda e, a partir dessa análise, os profissionais podem elaborar abordagens mais precisas e eficazes.

A seguir, veremos como o neuromarketing se vale de uma tríade para realizar esse trabalho da melhor maneira. Veja:

Neurociência

A neurociência é uma das bases utilizadas pelo neuromarketing.

Um dos seus principais objetivos é o estudo sobre o cérebro e sobre o sistema nervoso, e com o uso de tecnologias de ponta, podem verificar minuciosamente a atividade cerebral.

Assim, é possível observar que forma o nosso cérebro se comporta quando uma pessoa é submetida a visualização de propagandas, bens de consumo ou qualquer outro estímulo de marketing, por exemplo.

Psicologia

Como sabemos, a psicologia é um ramo do estudo da psique empenhada em entender as emoções e as motivações humanas, a fim de identificar as raízes de alguns padrões de comportamento.

A partir desses fundamentos, o neuromarketing poderá desenvolver estratégias que possam gerar respostas emocionais favoráveis, induzindo o consumidor a realizar algumas ações, como efetuar a compra ou se inscrever para receber novidades.

Marketing

O marketing completa a tríade do neuromarketing, oferecendo instrumentos essenciais para complementar os fundamentos da neurociência e da psicologia, colocando em prática as estratégias de atração, conquista e fidelização de clientes.

Para tanto, o marketing desenvolverá os métodos para a promoção de uma experiência de compra positiva, a elaboração de anúncios impactantes e de campanhas voltadas a chamar a atenção do público.

Por que o neuromarketing é relevante para o e-commerce?

Como podemos perceber até aqui, o neuromarketing se ocupa em entender a mente humana a partir dos estímulos diversos das estratégias de marketing e, a partir daí, pode oferecer dados e informações fundamentais para a conquista e fidelização de clientes.

Dessa forma, o neuromarketing é muito importante para o ramo do varejo, sobretudo para o e-commerce, uma vez que as pessoas estão cada vez mais conectadas, consumindo a partir de plataformas de venda na internet.

Veja alguns outros fatores que tornam o neuromarketing relevante para o e-commerce:

Base científica

Um dos grandes diferenciais do neuromarketing é que ele se desenvolve a partir de bases do conhecimento já consolidadas.

Ou seja, as suas conclusões são provenientes de estudos e técnicas testadas capazes de direcionar as estratégias a serem desenvolvidas.

Dessa forma, as campanhas tendem a ter uma aderência e eficácia maior, sendo revertida em resultados significativos para o empreendimento.

Personalização

A personalização é algo muito estimado para os consumidores, pois todo mundo deseja ser tratado de modo diferenciado e ter as suas demandas atendidas de maneira ágil e cortês.

Nesse sentido, o neuromarketing ajuda a promover um atendimento personalizado pois está comprometido com a compreensão do funcionamento do cérebro dos consumidores frente aos estímulos das abordagens de marketing.

Dessa maneira, é possível criar ações voltadas às preferências individuais de cada lead, aumentando as chances de conversão e de fidelização.

Economia

Outra grande vantagem do neuromarketing para o e-commerce é a economia de custos.

Campanhas realizadas sem o estudo necessário para entender a necessidade do cliente tendem a ser menos eficazes, gerando perdas financeiras.

O investimento em neuromarketing, por outro lado, aumenta o retorno sobre investimento e garante um melhor resultado.

Aumento de conversões

O neuromarketing tem como objetivo final auxiliar na prospecção de clientes e, consequentemente, no número das conversões.

Uma vez que atua para compreender de que maneira pode satisfazer as necessidades do público da melhor maneira, as chances de venda aumentam consideravelmente.

Algo essencial para que um negócio se destaque em um mercado cada vez mais competitivo.

Quais são os pilares do neuromarketing?

Além das técnicas do neuromarketing, existem também os seus pilares, que nortearão a elaboração das táticas de conquistas de clientes baseadas no funcionamento do seu cérebro. Confira:

Emoções

As emoções são fatores determinantes no momento da compra e, por isso, se configura um dos pilares que sustentam o neuromarketing.

Nesse contexto, para que o consumidor tenha vontade de adquirir um produto ou serviço é preciso provocar sentimentos positivos, como alegria, empatia, conforto, entre outros capazes de construir uma conexão entre marca e cliente.

Atenção

A atenção atualmente é um dos maiores ativos para as empresas e suas campanhas de venda. Como vivemos em um mundo superconectado, cheio de estímulos, capturar a atenção do cliente é um trabalho complexo e fundamental.

O neuromarketing, portanto, considera os diversos aspectos que fazem uma mensagem ser atrativa, como a escolha das cores, fontes, design, tom de voz entre outros capazes de atrair e cativar o público-alvo.

Memória

A memória é um fator determinante para que a fidelização aconteça já que é nela que guardamos as nossas experiências, positivas ou não.

Além disso, é a memória que o público tem da marca que poderá fortalecer a sua imagem e torná-la autoridade no seu ramo de atuação.

Por isso, um dos trabalhos do neuromarketing é justamente explorar a capacidade do cérebro de guardar informações para, a partir daí, elaborar conteúdos que afetem positivamente a memória e sejam lembrados com mais facilidade.

Toda essa estratégia influenciará o lead no momento da compra e fará com que ele escolha uma determinada marca em detrimento de outra.

Tomada de decisão do cliente

A tomada de decisão no momento da compra é fruto de uma série de fatores e compreender esse processo é um dos trabalhos desenvolvidos pelo neuromarketing.

Entendendo como funciona o cérebro nesse momento é possível incentivar melhor o cliente e convencê-lo a realizar ações específicas.

Um exemplo bastante conhecido é o das ofertas com prazo determinado.

Quando anunciamos um produto com um preço reduzido em um tempo limitado, criamos um senso de urgência no consumidor que precisará agir rapidamente para não perder a sua oportunidade.

Adaptando as estratégias de venda a esses conceitos-chave, poderemos gerar bons resultados de vendas para o e-commerce.

Quais estratégias de neuromarketing podem ser usadas no e-commerce?

O neuromarketing tem um foco muito voltado para o impacto no subconsciente das pessoas, influenciando-as no momento da tomada de decisão.

Nesse contexto, podemos destacar algumas estratégias que podem ser utilizadas no e-commerce visando um aumento expressivo das vendas e o sucesso do negócio. Confira:

Explore a prova social

A prova social é um conceito que nos mostra como as ações e comportamento dos outros podem influenciar as nossas decisões.

Isso acontece porque temos a tendência de acreditar na recomendação dos nossos amigos e familiares (principalmente aqueles com quem dividimos preferências de consumo).

Na prática, existem algumas maneiras de se valer desse conceito e conquistar bons resultados. Veja:

  • Destacar as avaliações dos consumidores nas páginas de venda de produtos;
  • Enfatizar os depoimentos positivos;
  • Mostrar para a audiência diariamente o engajamento da página (curtidas, compartilhamentos);
  • Compartilhe conteúdo gerado por consumidor com os produtos da sua marca;

Ofereça promoções por tempo limitado

As promoções por tempo limitado são baseadas no princípio da escassez, que induz o consumidor a acreditar que aquela seria a última (ou a mais vantajosa) oportunidade para comprar determinado item.

O senso de urgência gerado potencializa o entusiasmo e acaba motivando o consumo, já que, a qualquer momento a oferta pode ficar indisponível.

Desse modo, ofereça promoções relâmpago e influencie o cliente a aproveitar o quanto antes os preços, isso ajudará a aumentar o ticket médio e a promover a rotatividade do estoque.

Promova a personalização

A personalização é um fator crucial para uma boa experiência de compra e também é um instrumento poderoso de persuasão.

Na prática, significa adequar as abordagens (em todos os níveis da jornada do cliente) às necessidades e preferências de cada um.

Esse trabalho pode acontecer a partir de diversas perspectivas, por exemplo:

  • Recomendação de produtos a partir de dados do comportamento de navegação;
  • E-mail de marketing baseados no histórico do cliente (produtos mais comprados, itens deixados no carrinho, localização geográfica);
  • Anúncios voltados para aqueles clientes que já visitaram a sua loja (remarketing).

Perceba o poder das fontes

Diversos elementos visuais podem ser decisivos quando desejamos chamar a atenção do cliente em uma determinada campanha ou na própria layout do site.

Nesse sentido, as fontes têm o poder de influenciar o comportamento do visitante, além de tornar a estética da página mais agradável.

Não podemos esquecer que fatores como a poluição visual dificulta o acesso simplificado à informação e causa desconforto para o visitante da página e isso pode fazer com que ele a abandone.

Portanto, adote as seguintes ações:

  • Escolha a fonte e cores baseadas na identidade visual da sua marca;
  • Priorize fontes e elementos que permitam uma melhor leitura da página;
  • Analise quais as emoções que a sua marca deseja provocar e escolha a fonte a partir dessa intenção.

Entenda a psicologia das cores

Assim como as fontes, as cores exercem uma influência muito forte para o neuromarketing.

Elas podem provocar diversos sentimentos, além de estarem relacionados com aspectos sociais e culturais dos indivíduos.

Assim, podemos usar cores mais contrastadas quando a nossa intenção é chamar atenção para algum elemento, ou desejamos que o usuário realize uma ação (como comprar ou assinar uma newslatter).

Outra maneira de utilizar as cores é colocar as de tons mais quentes quando se deseja passar a sensação de conforto ou tornar os produtos mais convidativos, e os tons mais frios para transmitir calma e sofisticação.

Promova concursos e ofereça brindes

Outra maneira de encantar os clientes com técnicas do neuromarketing é por meio de concursos e brindes.

Essa estratégia aumenta o engajamento da marca com o seu público nas redes sociais, além de ser uma ótima tática de coleta de dados.

Veja algumas dicas de como realizar esse trabalho:

  • Concurso de fotografias: para esse tipo de concurso, o cliente deve enviar uma foto usando o produto. Aquele que ganhar mais curtidas, vence;
  • Concurso de conteúdo: para estimular a criatividade dos clientes, os concursos de conteúdos consiste na criação de vídeos ou posts nas redes sociais utilizando os produtos da sua marca;
  • Concurso de comentários: faça um post e peça para o usuário responder nos comentários algo sobre ele, o mais criativo ou engraçado, vence;
  • Concurso com indicação: solicite ao seguidor que comente no post marcando duas ou mais pessoas.

O mais importante nesse tipo de ação de marketing é que seja divertido para todos que participam e, ao final, o vencedor deva ser premiado com produtos da marca.

Isso fará com que o seu negócio seja mais reconhecido, e a sua reputação seja fortalecida.

Ofereça destaque nos descontos

Todo consumidor gosta de preços atrativos e que caibam no seu orçamento.

Receber descontos e ofertas é algo que provoca um bem-estar no cliente e o motiva a estar sempre em contato com a loja, em busca de novas oportunidades de compra.

Veja algumas maneiras de aguçar o desejo visitante da sua página, utilizando, para isso, o valor dos produtos:

  • Destacar o valor antigo do item, para que o consumidor perceba que o desconto está sendo uma grande oportunidade;
  • As ofertas relâmpago também são excelentes estratégias para impulsionar vendas, pois gera um senso de urgência no cliente;
  • Banners e anúncios atraentes podem fazer muita diferença. Opte por mensagens diretas e com designers mais objetivos, sem excesso de informação;

É importante mencionar que, embora promoções sejam métodos de venda que chamam muita atenção e costumam aumentar as vendas, elas não podem acontecer o tempo todo, pois isso pode prejudicar o valor da marca perante o público.

Mostre os produtos sendo utilizados

Uma prática que ficou bastante popular com o marketing de influência foi a prova de produtos.

Além de ser uma ótima maneira de mostrar as formas de uso de um determinado item, também serve para que os consumidores conheçam e se interessem pela marca. Confira algumas dicas:

Entenda quem é seu público e faça demonstrações capazes de aguçar a sua curiosidade;

  • Destaque os pontos positivos do produto e as situações em que ele é mais indicado;
  • Tenha objetividade e evite fazer vídeos muito longos. Mas não seja superficial a ponto de não explorar todo o potencial do item;
  • Invista em recursos audiovisuais que passem uma ideia de profissionalismo. Isso impacta positivamente na reputação da marca;

Faça uso dos provadores virtuais

Um dos pontos negativos de realizar compras pela internet é que o cliente não tem a oportunidade de provar as peças.

Isso faz com que ele fique em dúvida se o item vai caber bem, ou se combina com o seu estilo, por exemplo.

Por isso, fazer uso de provadores virtuais é uma maneira de diminuir as dúvidas do cliente, pois ele permite que, utilizando inteligência artificial, aconteça uma experimentação virtual das peças.

Existem duas maneiras de realizar esse trabalho:

  • Por realidade aumentada, em que a câmera do celular do visitante projeta na tela a peça sendo utilizada por ele ao vivo.
  • Por digitalização corporal: aqui, o usuário informa as suas medidas e, por meio da tecnologia 3D, um modelo virtual é criado.

A adoção dessa técnica melhora a experiência de compra do cliente e reduz as chances de troca ou devolução, algo que prejudica a satisfação do cliente. No entanto, deve ser utilizada de modo ético.

Como o neuromarketing ajuda nas vendas?

Como podemos perceber, o neuromarketing é um poderoso instrumento para que possamos conhecer melhor o nosso público e oferecer a ele exatamente aquilo que ele deseja.

Por isso ele é bastante indicado para impulsionar as vendas e garantir um atendimento de qualidade para o cliente.

Tudo isso se reverterá em resultados positivos, que promoverão o sucesso do seu negócio. Veja outras vantagens:

Atendimento personalizado

Um dos fatores que fazem um cliente voltar a comprar em um determinado estabelecimento é a qualidade do atendimento.

Atender com presteza, agilidade e levando em consideração as particularidades de cada pessoa é fundamental para promover uma experiência de compra diferenciada.

Ao longo deste artigo falamos da importância da personalização, ou seja, de considerar os desejos e características particulares de cada um, aumentando, dessa forma, as taxas de conversão.

Portanto, o neuromarketing é o instrumento ideal para isso, uma vez que mapeia o comportamento do consumidor e oferece dados importantes para que a sua marca possa apresentar a ele os itens que mais se aproximam das suas preferências.

Atendimento personalizado: 5 técnicas para conquistar seu cliente

Potencializa o envolvimento emocional

Quando uma marca entende as dores e necessidades de seu público-alvo, é capaz de desenvolver ações de marketing que criam conexões profundas com eles.

Esses sentimentos podem fazer com que os seus clientes consumam mais e tornem-se verdadeiros promotores da sua marca, indicando-a para outras pessoas.

Assim, elabora histórias cativantes e emocionantes, que mexam com a memória afetiva do seu público e promovam o seu bem-estar pode promover a fidelização e a associação da marca com sentimentos positivos.

Otimização da experiência do usuário

A experiência de compra do usuário envolve uma série de fatores, um deles é a facilidade de navegação em um site, por exemplo.

Utilizando o neuromarketing para e-commerce, as marcas poderão identificar quais aspectos relacionados a usabilidade podem ser melhorados.

É importante mencionar que, quando se trata de compras pela internet, o tempo de permanência de um usuário em uma página é fundamental para que as chances de venda sejam potencializadas.

Assim, quanto melhor a navegabilidade, mais tempo o visitante gasta conhecendo a sua loja virtual.

Entretanto, caso a página tenha excesso de informações, demore demais para carregar ou seja confusa, o usuário poderá abandoná-la e não voltar mais.

Aumento da confiança na marca

A confiança é um aspecto fundamental para quem deseja ter um negócio próspero com clientes fiéis. E a sua construção e manutenção demanda tempo e bastante trabalho.

Nesse contexto, o neuromarketing é essencial, pois ajudam a fortalecer essa confiança por meio de mensagens personalizadas e comprometidas em satisfazer as necessidades do cliente da melhor maneira possível, uma vez que nos auxilia a conhecer melhor o nosso público.

As estratégias de neuromarketing para e-commerce são bastante promissoras e, quando bem executadas, garantem resultados positivos a curto, médio e longo prazo.

Quando uma empresa conhece o seu cliente e o impacto que as suas campanhas causam em sua mente, as tomadas de decisão ficam mais precisas e embasadas, possibilitando ao seu negócio a promoção da satisfação plena do cliente.

Conteúdos que podem te interessar:

Nomes para brechó: as opções mais criativas para nomear o seu negócio!
Empresa de pequeno porte: saiba como abrir a sua com o nosso guia completo!
Como montar uma Loja Virtual? 11 passos simples para começar seu negócio online

Adquira sua Loja Online em Minutos!

Vamos ajudar você a abrir sua loja virtual na Tray agora mesmo.

Preencha as informações abaixo e te ligamos em até 1 minuto.

Em 1 minuto mesmo! Preencha aqui que nós ligamos para você

Loja Virtual + Cursos por R$ 59!

Descubra como impulsionar suas vendas online com uma loja virtual + cursos por apenas R$ 59! Clique aqui para aproveitar esta oferta incrível.

Você já é um cliente Tray?

Não perca os nossos mais recentes lançamentos e mantenha-se atualizado!

Confira os Planos Tray e abra sua loja virtual

Mensal
Anual

Plano 1

52
Economize R$84
R$ 624 por ano
em até 6x sem juros

Melhor custo benefício

Plano 2

94
Economize R$60
R$ 1.128 por ano
em até 6x sem juros

Plano 3

236
Economize R$156
R$ 2.832 por ano
em até 6x sem juros

Plano 4

449
Economize R$600
R$ 5.388 por ano
em até 6x sem juros

Assine e receba novos materiais

⚠ Não se preocupe, você não receberá spams. Além disso, seus dados estão seguros, conforme a Lei Geral de Proteção de Dados.

Fique por dentro

Parabéns por se inscrever

Quer receber conteúdos e materiais em primeira mão? Acesse nosso grupo gratuitamente!